quinta-feira, 26 de abril de 2007

segunda-feira, 23 de abril de 2007

Túnel do tempo

Eu não gosto de falar do passado, não gosto de pensar no passado e vivo muito mais no futuro do que no presente. Mas, às vezes, algumas situações - ou pessoas - me fazem lembrar que lá atrás tem muita coisa bacana que pode ser compartilhada ainda hoje. A nostalgia não é de todo ruim.

De repente a saudade bate - e por vezes dói. Só não sei se matar a saudade não traria mais saudade...

Preciso aprender a dosar os três tempos: passado, presente e futuro.

A fórmula ideal seria:
pensar 10% no passado
sonhar 10% com o futuro
viver 80% no presente

A fórmula atual consiste em:
lembrar 2% do passado
imaginar 68% do futuro
aproveitar 30% do presente

= desequilíbrio.


[A intuição sussurra a verdade. Não somos poeira, somos magia. Feche os olhos e siga sua intuição.]

quarta-feira, 11 de abril de 2007

Pó nosso que estais no chão

Se tem uma coisa que me incomoda profundamente é a poeira. Não ligo muito pra bagunça, mas pra poeira...
Às vezes são 3h00 da madrugada - como agora, por exemplo - e eu pego a vassoura pra tirar a poeira do chão.
A bagunça remete a movimento; alguém passou e bagunçou; alguém VIVE ali.
Já a poeira dá a impressão de abandono; desleixo; de falta de vida.

[sacudindo a poeira e dando a volta por cima]

Pretty woman

Esses dias chorei assistindo - pela enésima vez - o filme "Uma linda mulher". É o cúmulo da sensibilidade, né não? Chega a ser preocupante...

segunda-feira, 9 de abril de 2007

Arco-íris ontem, 8/4/07, às 17h50





Sobre a espontaneidade...

Fui ao cinema e, na volta, passei numa livraria que fica aberta 24 horas. Precisava comprar dois livros, mas só achei um. Então, como adooooro comprar livros - embora nem sempre os leia - resolvi bater perna por lá e escolher outro título.
Dois caras estavam na livraria fazendo a mesma coisa: batendo perna e escolhendo livros. Um deles já estava com as mãos cheias, mas o outro não sabia o que levar. Completamente indeciso mas decidido a comprar algum livro. Bom, quem vai a uma livraria à 1h00 deve querer muito muito muito algum livro.
Eis que, quando finalmente ele escolhe e o vendedor suspira "Ufa!", eu, que estava agachada olhando a parte de baixo da prateleira, me levanto e falo para o garoto: "Ah, esse livro aí é muito chato".
O vendedor só não me esganou porque ele não leva comissão nas vendas. Eu acho. Ou melhor, eu espero. Porque o garoto desistiu da compra.


[ps: o livro chato, na minha modesta opinião, é Laranja Mecânica. Eu tentei consertar o estrago indicando Admirável Mundo Novo - que segue a linha do Laranja mas é mais interessante -, mas...]

sábado, 7 de abril de 2007

Apenas um adendo

Amigos,
não me mandem link de orkut porque eu não tenho orkut; não tenho um perfil fake e nem uso a senha de algum amigo bacana.
Também não percam tempo me mandando convite. Não pretendo, pelo menos por enquanto, voltar a frequentar site de relacionamento. Tenho preferido a vida real, com direito a abraço e aperto de mão.

[O blog? É um excelente exercício literário]

Programa família


Templo budista Zu Lai (Cotia - SP)
[Carol, Vó, Mãe e Bru]

Lado B

Banho gelado ativa a circulação; a cabeleireira deixou meu cabelo mais bonito do que eu deixaria; descer/subir escada faz bem pro coração e pras coxas; a roupa que eu queria usar talvez não fosse adequada para a ocasião; não tomei capuccino, mas comi umas tranqueiras bem gostosas pela rua, daquelas que engordam e nos fazem felizes.

[virando o disco...]

quinta-feira, 5 de abril de 2007

Dependência

Tomei banho gelado; paguei para secar o cabelo; não consegui acessar a internet; tive de descer 12 andares a pé; não usei a roupa que queria porque não deu pra usar o ferro de passar; não pude esquentar a comida no microondas; não consegui comprar meu sagrado capuccino de todos os dias porque a máquina de Visa Electron e o caixa eletrônico também não estavam funcionando.

Resumindo: eu sou movida a energia elétrica.

Mas estou feliz. O que tinha de dar certo hoje, deu. O resto... fica pra amanhã.

[pensando em comprar pilhas recarregáveis...]

terça-feira, 3 de abril de 2007

Carol says: Can I help you?

MM says: you're alredy help me out....
i don't known what to say, however you made my day.... i fell good now, i would like to meet you and drink all night long....
get drunk and happy
i'm sure we'll have a hilarious chat... and laugh, maybe cry....
but will be forever remembered

[matar a saudade às vezes dá mais saudade... by MM]

domingo, 1 de abril de 2007

Abstinência

Estou passando por uma crise de abstinência terrível. O pior vício que existe é o vício nas pessoas. Não é saudável ser viciado em alguém.

[Foi bem mais fácil largar o cigarro...]

Day after

Uma noite bem bebida = um dia mal dormido.
Xô uruca!

[alternando entre a cama e o banheiro]