segunda-feira, 23 de abril de 2007

Túnel do tempo

Eu não gosto de falar do passado, não gosto de pensar no passado e vivo muito mais no futuro do que no presente. Mas, às vezes, algumas situações - ou pessoas - me fazem lembrar que lá atrás tem muita coisa bacana que pode ser compartilhada ainda hoje. A nostalgia não é de todo ruim.

De repente a saudade bate - e por vezes dói. Só não sei se matar a saudade não traria mais saudade...

Preciso aprender a dosar os três tempos: passado, presente e futuro.

A fórmula ideal seria:
pensar 10% no passado
sonhar 10% com o futuro
viver 80% no presente

A fórmula atual consiste em:
lembrar 2% do passado
imaginar 68% do futuro
aproveitar 30% do presente

= desequilíbrio.


[A intuição sussurra a verdade. Não somos poeira, somos magia. Feche os olhos e siga sua intuição.]

3 comentários:

passageiro disse...

Não sei se concordo muito com essa formula ideal heim?
mas enfim...
o passado eh importante sim, pois ele constitiu grande parte do que somos hj. O futuro eu tento pensar, mas sou muito de momento, gosto do hj, no max do dia seguinte, mas nao penso a longo prazo...
talvez esse seja um defeito, não sei...
A unica coisa que eu posso dizer com clareza eh que matar a saudade aumenta a saudade, piora o sentimento, da uma sensação de fraqueza, de que somos dependente daquilo, de que o novo não virá enquanto o velho não sair da cabeça...

Saudade tem que ficar no passado, eu acho q só deve voltar se não for mais saudade, e sim qndo for um sentimento diferente...

BJOS

Igor Cruz - SUBurbano e fudido. disse...

Acho que 90% do presente seria o ideal..

Elisandro disse...

Que frase maravilhosa essa do final...

Pois é, equilíbrio é tudo. :) Acho que o certo seria aproveitar o melhor de cada um, do passado, do presente e do futuro.

bjo.