quinta-feira, 3 de maio de 2007

A menor distância entre dois pontos

"A falta de memória é um atalho para a felicidade".

Li essa frase num outro blog. Não sei se compreendi o significado correto, mas talvez a amnésia fosse mesmo a solução para alguns "problemas" como o cheiro, os lugares, a letra daquela música, aquela frase que ainda sussurra... e para todas aquelas promessas que não foram cumpridas e que ainda não caíram no esquecimento.

[o contrário do amor não é o ódio, mas a indiferença]

5 comentários:

Carol Rocha disse...

Vai, Xu, pode me chamar de "emo". rs

passageiro disse...

com certeza a indiferença eh pior q o ódio!
se pudessemos "formatar" nosso cerebro seria bom, mas o melhor talves seja superar a lembrança e aprender com ela!!

bjo

Renata disse...

Xú é a Livia.

E você passou de emo pra carente.

Rê Ruffato disse...

Adorei a frase e a entendo assim: o passado nos fornece parametros e a gente vive comparando o presente com aquilo q ja tivemos.
perder a memoria seria, sem duvida, um passo pra sermos mais felizes.

** sobre Tistu, alem de ler, eu encenei (fui o proprio) no teatro da escola - detalhe: eu tinha 14 anos!
bj

Igor Cruz - SUBurbano e fudido. disse...

precisamos conversar sério com o nosso amigo Elisandro! rs