quinta-feira, 6 de março de 2008

Campanha - Dia Internacional da Mulher

De vez em quando eu colaboro com a agência de notícias BR Press (www.brpress.net)
A agência está fazendo uma campanha no Dia Internacional da Mulher. Quem quiser colaborar, é só espalhar a mensagem abaixo.


GENTE - Quem é esta garota?

(BR Press*) – É a campanha que a BR Press lança neste Dia Internacional da Mulher, à procura da menina que negou a mão ao general Figueiredo, numa foto que simboliza início da abertura política no Brasil.

Juliana Resende/BR Press*

(BR Press*) – Algumas imagens “falam” por si sós. É o caso desta foto de Guinaldo Nicolaievsky, que desafiou a ditadura militar com uma birra de criança – uma menina de muita personalidade, que se negou a apertar a mão do então presidente, general João Baptista de Oliveira Figueiredo (1918-1999), mesmo sob insistência dos fotógrafos. Neste Dia Internacional da Mulher, a BR Press lança a campanha Quem É Esta Garota? e procura a menina da foto – que, quase 30 anos após o início do governo Figueiredo, em 1979, também simboliza o início da abertura política no Brasil.
Esta menina – hoje mulher – deve ter boas recordações de sua rebeldia. Ela não parecia convencida de que Figueiredo daria continuidade ao projeto de abertura com a Lei de Anistia, aprovada em agosto de 1979, que, apesar das restrições e de ter anistiado torturadores e assassinos a serviço da Segurança Nacional, permitiu aos exilados, presos políticos e parlamentares cassados desde 1964, a saída da clandestinidade.
E foi a presença de espírito deste repórter fotográfico veterano e admirado que é Guinaldo Nicolaievsky, então à serviço de O Globo, em Belo Horizonte, a força motriz deste registro solene do poder feminino imposto mesmo aos, digamos, 5 anos de idade. Quanta atitude! Quanta dignidade! Quanta bossa e quanta graça!
Com a palavra, o autor da sensacional imagem, em descrição ao blog Picturapixel:

“Lançamento do carro à álcool em BH. A imprensa mineira e a nacional estavam presentes e um grupo de crianças foi levado ao Palácio da Liberdade para cumprimentar o presidente Figueiredo. Deu zebra: a primeira da fila negou o aperto de mão ao Presidente da República, apesar dos pedidos dos fotógrafos. Percebi que não aconteceria o aperto e fotografei.”
Guinaldo Nicolaievsky continua e aqui vem a melhor parte da história: “Corri para a redação para revelar e transmitir a foto para o Rio. Para minha surpresa eles não publicaram a foto! Desconfiaram! Queriam o “cumprimento”. Fui ameaçado de dispensa caso não entregasse o fotograma. Foi exigido que mandasse o filme sem cortá-lo no primeiro vôo para o Rio. O que foi feito. Não publicaram nada… resolvi por minha conta, mandar para outros veículos, que publicaram com destaque até no exterior.”
Quem souber do paradeiro da “menina” que negou a mão ao general ou caso ela mesma se depare com esta reportagem, favor entrar em contato com pauta@brpress.net .




(*) Texto e foto livres para reprodução em quaisquer meios impressos e eletrônicos.

2 comentários:

Dante Accioly disse...

Genial!!!!!

Livia disse...

Eu tenho uma bolsa vermelha, mas ela nao esta aparecendo. bem, o sapato amarelo eu deixo para uma amiga super fashion q tenho - não, não eh a pimpu.

hhahahahaha

beijocas