sábado, 29 de março de 2008

Faxina

Não guardo mais agendas antigas, nem mensagens, nem e-mails. Tenho doado as roupas e os sapatos que não uso. Só não consigo me desfazer de fotos; momentos que foram eternizados pela imagem.
Mas agora me preocupo com o que será, e não mais com que o foi, e não perco meu tempo buscando respostas sobre por que foi. Afinal, já foi.
Às vezes eu prefiro zerar e começar de novo (sic) do que tentar remendar o que já não deu certo.
[como vocês já sabem, este é o Léo, representante máximo do futuro - do meu futuro]

4 comentários:

james emanuel disse...

Linda imagem!

Concordo inteiramente"
Como diz o taoismo: é muito mais fácil levar uma carroça mais leve do que uma carregada de cadáveres.

Acho que uma sagitário com ascendente aquário poderia me levar para o abismo: sinceridade mais coragem para ousar!

Tem que ser muito macho para encarar...

Beijo.

Dante Accioly disse...

Falou e disse!
:)

Carol Rocha disse...

Putz, James! Acertou em cheio.
Será que é por isso que continuo sozinha? Tá faltando macho... rs

Paulo disse...

Taí uma coisa que não consigo me desfazer, fotos. Aliás, essa foto tá linda!!!

Beijos!