sexta-feira, 25 de abril de 2008

Camarote

Como todos devem saber, no próximo domingo haverá a reconstituição do assassinato da Isabella Nardoni. A rua onde fica o edifício será interditada e somente os moradores do local e a imprensa terão acesso.
Em busca da imagem perfeita e exclusiva, emissoras de TV e jornais de São Paulo estão tentando a todo custo alugar as janelas do prédio em frente ao Residencial London. Um desses jornais estava oferecendo R$ 5 mil por uma janela.
Mas dizem que o condomínio distribuiu uma circular proibindo os moradores de alugar seus apartamentos à imprensa. Agora eu pergunto: qual a base legal dessa proibição? Já que os moradores terão um transtorno enorme no domingo, por que não tirar proveito da situação?

3 comentários:

Paulo disse...

Até onde eu saiba, a questão é espinhosa. Porque um morador pode sim, alugar parte de seu apartamento. Mas existe uma forma de proibir, caso isso esteja especificado nas regras do condomínio. No final, não faço idéia de quem ganha a briga.

Mas não vejo porque proibir. Se os ambulantes vão ganhar um troco vendendo água e afins, é justo os moradores faturarem algum também.

Beijos!

Djhaua disse...

Por que as pessoas sempre têm que tirar proveito de alguma situação? Por que o pagamento de um eventual transtorno deve ser um "dinheirinho extra"?
Por que a justiça, a honestidade e um exercício de cidadania não seriam uma boa forma de "recompensa"?

Carol Rocha disse...

Paulo - pois é. E os moradores alugaram. Boatos dão conta de que cada emissora pagou entre R$ 10 mil e R$ 15 mil por janela/varanda/laje.

Djhaua - vc imagina um monte de contra-regra martelando as "arquibancadas" das tevês às 23h00 embaixo da sua janela? Ou então um monte de caminhão de link das televisões, ligados dia e noite na sua porta, fazendo um barulho no mínimo desagradável?
Depois vou postar umas fotos aqui e vc vai entender o tamanho do transtorno que esses moradores estão tendo, sem que tenham cometido crime algum.