quinta-feira, 6 de novembro de 2008

30 dias para 29

Agora há pouco lembrei que hoje, segundo a astrologia, começa meu inferno astral. Na verdade, nem sei se acredito nisso. Acho que não acredito não. Até porque tudo tem ido bem... inclusive as mudanças.
Andando pela rua atrás de um café hoje à tarde, observando as pessoas, os carros, a vida seguindo, uns pensamentos abstratos surgiram assim, do nada.
Fiquei pensando por que a gente sofre tanto se nada nesta vida é imutável, permanente? Bastam dois segundos e tudo pode mudar. Tudo. De leve ou bruscamente.
E se as mudanças serão boas ou ruins depende muito mais do ponto de vista do que da situação em si.
E como diria Obama: yes, we cant.

3 comentários:

james emanuel disse...

A vida é bela, nóis é que bagunça ela!

Beijo.

Paulo disse...

Eu já venho provando pra mim mesmo que o inferno astral não existe há quase uma década...

Aliás, o meu suposto inferno astral começa dia 16. Tá na hora de festar de novo! Hahahaha!

Beijão!

Carol Rocha disse...

James: nem me fale... a gente bagunça, desarruma, e depois não se acha.

Paulo: sagitariano dos bons. rs