domingo, 22 de fevereiro de 2009

Quem quer ser um milionário?

Confesso que fui ao cinema assistir esse filme impulsionada pela crítica que li na Veja desta semana (para assinantes). Tá, o longa pode não ser tão sensacional como afirma o texto, mas é bom. Muito bom. A idéia é simples - um garoto indiano pobre tenta reencontrar o amor da infância em um programa de TV - mas o roteirista foi original.
Críticos indianos disseram que o filme glamoriza a pobreza, pois mostra as favelas, a pobreza e a exploração humana que ocorre no país. Já ouvi essa crítica antes: Cidade de Deus, Última Parada 174, Tropa de Elite...
Em todos esses casos - somando Quem quer ser um milionário? - não há glamour. Há realidade. Infelizmente.

2 comentários:

Paulo disse...

Depois que o filme faturou alto no Oscar, minha vontade só aumentou. Infelizmente, os filmes chegam por aqui com alguns meses de atraso...

Mas eu espero. =)

Beijos!

Carol Rocha disse...

Sério que demora tanto assim??