sábado, 24 de outubro de 2009

#021

Depois de muitos, muitos meses publicando porcarias, finalmente gostei da análise feita na matéria de capa da Veja desta semana.
Sim, quem cheira - ou fuma - mata. Os bandidos mandam. Há um estímulo populista à favelização. Repressão não combate crime. As comunidades são escudos humanos. Quem manda na cadeia são os bandidos e os advogados são agentes do tráfico. A corrupção é o início - e o fim - de tudo.

Como complemento ao texto de Veja, sugiro o retrato fotográfico feito pelo blog "Olhar sobre o mundo", do Estadão. Abaixo, um belo exemplo do olhar crítico e sensível do fotógrafo Wilton Júnior, da Agência Estado. Contra os fatos - e as imagens - não há argumentos.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Da série: descendo do salto

Se quiser me ofender, as duas maneiras mais eficazes são me chamar de desonesta e/ou injusta. Não suporto e não admito - porque não sou.
Qualquer outro adjetivo é discutível. Mas esses dois não; me tiram do sério.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Rio 2009

Capa de hoje do jornal Extra, do Rio de Janeiro.
Sensacional.

Eu não apoiei o Rio2016. Acho que inverteram o caminho: usar uma Olimpíada para justificar melhorias e investimentos está errado. O correto é o contrário: as obras deveriam ser feitas pensando na população que mora lá, e não nos turistas que virão. Usar dinheiro público para "arrumar a casa" pros visitantes é o fim da picada. A casa deveria ser arrumada para quem mora nela, oras.
Pra melhorar a vida das pessoas não há verba. Para receber uma Olimpíada aparecem bilhões (sem mencionar o caixa 2, 3... a "bola" das empreiteiras...)