quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

A entrevista

Entrevista de emprego é quase sempre igual - e eu, quase sempre, não estou preparada para ela. Ah! É bom esclarecer que entrevista é diferente de seleção, teste, dinâmica etc. Entrevista é aquele tete-a-tete no qual rolam perguntas meio esquisitas para as quais eu nunca tive resposta pronta.
Exemplo de hoje: "me dê dois motivos para te contratar e um para não te contratar."
O que responder? "Me contrate porque eu estou com as contas atrasadas e preciso de um emprego urgente!"?? Nem sempre dá para ser tão sincera...
E se disser que me acho competente, inteligente, responsável, honesta etc etc etc, talvez pareça um merchã barato. Dúvida cruel.
Mas, pior que isso, é saber a resposta das outras perguntas e dar branco na hora. E voltar para casa com a cabeça fervendo. E passar a semana com vontade de voltar lá para re-responder.
Nunca tive aptidão para vendas. Muito menos quando a "mercadoria" sou eu.

ATUALIZAÇÃO: acho que o editor ficou com curioso com tanto "não sei" que quis me conhecer melhor. Fui contratada por 30 dias.

5 comentários:

james emanuel disse...

Como boa sagitariana vc tem uma característica que serve tanto positiva quanto negativamente: uma sinceridade "siderúrgica"!


Assumir isso talvez seja a resposta, né mesmo?


Beijo.

Carol Rocha disse...

hahaha
é verdade, james. sinceríssima. rs
mas, ó: fui contratada!!! comecei ontem.

beijo!

Luciana Lopes disse...

Carol,
encontrei seu blog no do Belmonte e resolvi visitá-lo simplesmente pelo nome que achei interessante.
E logo dei de cara com esse post ...muito bom dei muitas risadas com o
"acho que o editor ficou com curioso com tanto "não sei” Sinceridade sempre !!... Parabéns pela conquista

Carol Rocha disse...

rs... Pois é, Luciana. Foi assim mesmo, acho. E o pior é quando voltei pra casa, depois da entrevista, eu tinha resposta para todas as perguntas!! rs

danilo disse...

A única resposta definitiva é essa: não sei. Definitiva por mero tempo verbal. Se fosse um pouco adiante, diria: saberei. E isso responde a pergunta da apresentação da autora do blog. Pergunta que me levou sem escalas pro texto.
Simbora.